Nitrogênio Oxigênio

Conheça as diferentes tecnologias para geração local de nitrogênio

O nitrogênio é o gás inerte mais abundante (e, portanto, mais barato) disponível para a indústria. Suas aplicações têm crescido cada vez mais em função de novas tecnologias que permitem a geração no próprio local, o que torna seu custo ainda mais acessível.

Alguns exemplos de aplicação do nitrogênio em diferentes indústrias são:

• Perfuração

• Extração de óleo

• Extração de gás

• Inertização de fornos e ambientes de solda

• Limpeza, secagem e inertização de tanques e tubulações, em comissionamento e pré-comissionamento

• Testes de vazamentos

• Atmosfera inerte para embalagens

• Transporte pneumático

• Inertização para controle e extinção de incêndios subterrâneos em minas

Até pouco tempo atrás, o nitrogênio era fornecido somente em cilindros de pequeno ou grande porte, ou então transportado em caminhões tanque, resultando em custos e pegada ambiental devido ao CO2 emitido pelos veículos. Com a geração de nitrogênio no local, uma opção de menor custo e impacto surgiu, permitindo inclusive eliminar investimentos em implantação e operação: a locação de geradores de nitrogênio.

Desde então, a conveniência que esta opção proporciona, só tem aumentado, e além de poder optar pela locação, é possível ainda escolher a tecnologia mais adequada à necessidade de sua indústria.

Basicamente existem hoje dois tipos de arquitetura para se extrair o nitrogênio do ar atmosférico, no próprio local de seu consumo industrial: a membrana semi permeável e a técnica denominada PSA (Pressure Swing Adsortion). São formas diferentes de extração, com resultados diferentes, mas o que sua indústria precisa focar para escolher, se baseia em apenas dois parâmetros: vazão e pureza.

A grosso modo, a técnica de “membrana”, proporciona vazões maiores, e bons níveis de pureza, enquanto que a pureza máxima, consegue ser obtida com a tecnologia “PSA”.

A membrana semi permeável é constituída de fibras de alta densidade, e filtra o nitrogênio com alto índice de pureza e secagem.

Em equipamentos típicos, a pureza é ajustável entre 95% e 99,5% com fluxos de 5 a 2.000 Nm³/h ou ainda mais. Como podemos observar, existem hoje no mercado equipamentos disponíveis para locação com altíssimas capacidades de vazão.

container

O gerador de nitrogênio com tecnologia de membrana, da Atlas Copco, modelo NGM 2000, consegue entregar uma vazão de até 2.000 Nm³/h com índices de pureza de 95%.

Para as aplicações que demandam altas purezas de nitrogênio (até 99,999%), o gerador de nitrogênio com tecnologia PSA é a solução recomendada. A PSA (Pressure Swing Adsorption), utiliza peneiras moleculares de carbono que absorvem as moléculas de oxigênio.

Este tipo de gerador de nitrogênio tem duas torres conectadas que trabalham juntas para produzir um fluxo praticamente contínuo de gás. O resultado: níveis de pureza do nitrogênio de até 99,999% para fluxos de até 1.100 Nm³/h. Aplicações típicas do NGP são embalagens, modelagem plástica, metalurgia, analisadores de purga, eletrônicos, armazenamento de frutas e alimentos e bebidas.

pressure-swing

 

Em todos os casos, é essencial o fornecimento de ar comprimido de alta qualidade e precisão, o que também pode ser obtido em projetos de locação que trazem a solução completa, incluindo mão de obra especializada para operação e manutenção 24×7. Quando as demandas de consumo variam muito em função de dias e horários, recomenda-se o uso de compressores de ar com tecnologia VSD (Variable Speed Drive), que apresentam maior eficiência energética, pois a potência de seu motor e consequente consumo de eletricidade se ajustam ao nível de demanda.

Graças à todas essas novas tecnologias, sua indústria pode ganhar novo fôlego, com puro nitrogênio!

 

 

 

 

Sobre Nós

Blog da Atlas Copco Rental Brasil

Todos os direitos reservados - 2018