compressores

Quanto sua indústria perde devido à temperatura incorreta na sala de compressores?

Conforme já abordamos em alguns posts deste blog, uma das principais vantagens da locação de soluções de ar comprimido, está na possibilidade de delegar ao fornecedor a responsabilidade pela manutenção e controle dos indicadores operacionais. Alguns deles, podem ser extremamente variáveis e demandar muito tempo de mão de obra para controlar. Como por exemplo, a temperatura de operação.

Na indústria de modo geral, a capacidade do ar comprimido é especificada em metros cúbicos Normais (Nm³) a uma temperatura de referência de 0 ° C. Essa referência indica o número de moléculas em 1 Nm³, o que é importante para o nível de precisão em muitos processos.

Quando o compressor consome ar atmosférico a uma temperatura ambiente significativamente mais alta que a de referência, a instalação tem que trabalhar mais para produzir a mesma quantidade em Nm³. A temperatura afeta a expansão e contração dos gases, o que impacta na eficiência energética do compressor.

Não é difícil que uma sala de compressores atinja temperaturas de até 50 ° C e, um aumento de 5 ° C na temperatura de entrada de ar, levará a uma redução de 2% no desempenho do compressor e assim progressivamente.

O ar condicionado não garante necessariamente uma solução para temperaturas ambientes mais altas. Pelo contrário, ele pode contribuir para que se forme uma condensação de água nos tubos. Além é claro de aumentar significativamente o consumo de energia.

Temperaturas ambientes mais altas afetam a quantidade de umidade no ar que entra na instalação. Por exemplo, há mais que o dobro da umidade do ar a 35 ° C (máx. 40 gr / m³) do que a 20 ° C (máx. 17 gr / m³).

A temperatura também afeta a quantidade de óleo transferido em compressores lubrificados a óleo, através de aerossóis e partículas. Os filtros padrão são dimensionados com base em uma temperatura de ar comprimido de referência de 20 ° C, e sua capacidade, assim como sua vida útil, diminuem drasticamente em função do aumento de temperatura. E para alguns tipos de filtro, como os de carvão ativo, por exemplo, somente a checagem manual garante a avaliação correta de sua capacidade.

Em resumo: quando se é o responsável pela temperatura ideal de funcionamento de seus compressores, no caso de qualquer desvio, o custo da ineficiência é pago por você. Quando isso está terceirizado para uma empresa especializada, você não tem surpresas no orçamento, e pode ter a certeza de que o fornecimento de ar comprimido estará sempre dentro das especificações ideais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *